19 de outubro de 2020

ObservaCovid: 2º boletim traz respostas de países à Covid-19

Autor: Inês Costal e Patrícia Conceição


Em sua segunda edição, o boletim do ObservaCovid divulga dados sobre as estratégias adotadas em diferentes países para enfrentamento da Covid-19. Para contribuir no mapeamento de respostas exitosas na implementação de medidas de controle da pandemia, a publicação traz informações sobre estudos comparados entre países. Em destaque, as medidas adotadas por Portugal e pela Coreia do Sul. O informativo também apresenta recomendações aos gestores públicos e autoridades sanitárias.

 

O boletim divulga os resultados de uma revisão sobre estudos comparados entre países na resposta à Covid-19 feita em três bases de publicações científicas. O trabalho aponta a importância de uma coordenação internacional “para promover o aprendizado mútuo sobre características da epidemia e medidas efetivas de controle, além de desencadear respostas precoces e oportunas em países individuais”. Coordenação nacional, clareza nas estratégias de comunicação e colaboração intersetorial são também elementos decisivos para enfrentamento à pandemia.

 

Estudos analisados indicam as medidas de contenção – que quebram a cadeia de transmissão por meio de uma combinação de políticas agressivas de teste e isolamento e medidas de distanciamento social –, adotadas na Alemanha e em países asiáticos, como estratégia global adequada contra a pandemia.

 

A publicação apresenta ainda um breve histórico sobre os casos de Covid-19 em Portugal e na Coreia do Sul, assim como um quadro síntese com as medidas adotadas em cada país.

 

Clique aqui para acessar a 2ª edição do boletim do ObservaCovid.

 

Conheça outras edições do boletim.

 

*O projeto ObservaCovid conta com apoio do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT), Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), Ministério da Saúde (MS), Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Departamento de Ciência e Tecnologia da Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde (Decit/SCTIE).



288 views
comentários
compartilhar

Não existem comentários!

Postar um comentário


Antes de postar, por favor, leia nossos termos de uso.




Li e concordo com os termos de uso.

Termos de uso para publicação de comentários nos sites do OAPS e CDV


Estes são os termos de uso que orientam nossa relação no site Análise Política em Saúde, especialmente no espaço destinado a comentários. A leitura destas diretrizes é fundamental para compreensão da proposta deste espaço de discussão.


O espaço para comentários está destinado exclusivamente ao compartilhamento de informações, experiências e dúvidas, além de análises e reflexões críticas sobre temas relacionados ao objeto do Projeto Análise de Políticas de Saúde no Brasil (2013-2017), conforme disposto em documento disponível para consulta e download aqui http://www.analisepoliticaemsaude.org/oaps/quem-somos/apresentacao.

Todos os comentários passam por um processo de moderação antes da publicação com o objetivo de verificar a adequação aos seguintes termos de uso:

Não serão permitidos comentários que divulguem ou incentivem a) ações ou ideias discriminatórias em razão de raça, gênero, orientação sexual, religião, crença, deficiência, etnia, nacionalidade ou condição social; b) desrespeito à Legislação Brasileira; c) assédio, perseguição, ameaças, intimidações ou chantagem a terceiros; d) spams, conteúdos promocionais e mensagens com fins comerciais ou publicitários; e) materiais com vírus, dados corrompidos, ou qualquer outro elemento nocivo ou danoso; f) violação de propriedade intelectual ou industrial de terceiros. São expressamente proibidos comentários com palavrões ou qualquer tipo de linguagem ofensiva e/ou obscena.

Instituto de Saúde Coletiva • Universidade Federal da Bahia • Rua Basílio da Gama, s/n • Campus Universitário do Canela • 40.110-040 • Salvador-Bahia • +55 71 3283-7441 / 3283-7442
© 2020 Observatório de Análise Política em Saúde. Todos os direitos reservados.